Início > Matemática > Os Hábitos das Pessoas Altamente Matemáticas

Os Hábitos das Pessoas Altamente Matemáticas

Nos relacionamentos humanos, muitas vezes a maneira precisa de tratar os problemas evitando ambiguidades simplesmente não funciona se estamos lidando com pessoas que não têm formação em exatas. O matemático precisa de maturidade para agir como um chefe de cozinha, que com segurança e eficiência fatia idéias e argumentos em suas formas essenciais. É o que afirma Jeremy Kun em um artigo em que ele analisa as características de uma pessoa ligada de alguma forma à matemática.

1. Discutir definições

Como um matemático se preocupa com provas e refutações definitivas, é importante que definições sejam feitas com precisão. Antes de iniciar uma conversa, as definições dos termos relevantes para aquilo que será debatido devem ser expostas de forma clara e discutidas para que todos os envolvidos cheguem a um consenso.

2. Produzir contra-exemplos

Contra-exemplos mostram que alguma coisa não funciona ou simplesmente está errada. Exemplo: o número 5 é um contra-exemplo da afirmação de que 10 seja um número primo, pois 5 sempre o divide.

3. Errar com frequência e admitir os erros

Os matemáticos colocam de lado o orgulho e estão prontos a aceitar um argumento melhor do que o deles. Às vezes, um bom argumento é capaz de fazer o matemático abandonar sua ideia e adotar a visão de outra pessoa sem constrangimento. O mais importante é a aquisição do conhecimento verdadeiro (epistemologia).

4. Avaliar várias consequências possíveis de uma afirmação

O matemático testa os limites de um argumento para desenvolver um princípio que envolva a afirmação original. Com a utilização de contra-exemplos, pode-se simplesmente chegar a conclusão de que a afirmação está errada.

5. Desembaraçar as premissas que sustentam um argumento

Matemáticos detestam ambiguidade, mas as palavras, assim como os relacionamentos humanos, estão cheios de ambiguidades. Eles costumam perguntar o que essas palavras significam em determinado contexto, porque uma determinada questão é importante e por quais motivos certa linha de investigação está sendo seguida.

6. Subir a escada da abstração

À partir de uma definição, de teoremas e de exemplos, os matemáticos verificam se há um contexto matemático mais abrangente ou ainda se estão tratando de alguma tendência em seu campo de estudo.

Referências

1. [https://medium.com/@jeremyjkun/habits-of-highly-mathematical-people-b719df12d15e]
2. [http://www.implicante.org/colunas/ceder-silva/os-fracassos-da-esquerda-se-explicam-pelo-seu-horror-matematica/]

Anúncios
Categorias:Matemática
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: