Início > Carreira > MBA em Gestão da Segurança da Informação

MBA em Gestão da Segurança da Informação

Anos atrás fiz pós-graduação em Engenharia de Software no ITA, que tinha uma parceria com a Stefanini Training. Rapidamente entendi o que li em muitos blogs e até já escrevi aqui:

Bons profissionais não são formados. Bons profissionais se formam.

À cada aula e cada nova matéria, mesmo que algumas delas e alguns professores fossem realmente muito bons, saía com aquela sensação de mais do mesmo. Depois daquele ano passei a deixar de acreditar em especializações, certificados e tudo o mais. Criei uma sólida crença no conhecimento ativo, o que transcende as instituição de ensino e o intermédio de seus representantes. Como toda a decisão permanente, essa também não passou na prova do tempo.

Hoje, trabalho desenvolvendo soluções para Certificação Digital. Preciso interagir com o Data Center, cuja infraestrutura foi estruturada fisicamente em camadas de proteção, as tiers, preciso conhecer o protocolo OCSP e outros padrões, o Bouncy Castle e, claro, conceitos de Certificação Digital.

Esse contato me fez ficar mais interessado em segurança da informação. Passei a querer saber mais sobre tudo que dizia respeito a segurança, inclusive segurança física. Como se tratava de um campo novo para mim, senti necessidade de conhecimentos sólidos que um curso poderia oferecer. Eu poderia aprender sozinho? Claro que sim, porém, o networking que a convivência com pessoas dessa área oferece não pode ser medido.

Conversando com colegas e após muita pesquisa, e-mails e telefones, cheguei ao curso de MBA em Gestão da Segurança da Informação oferecido pelo IBTA que me pareceu ter o melhor custo benefício. O IBTA oferece esse curso há muitos anos e está entre os melhores. Embora o setor acadêmico seja relativamente “largado”, fiquei bastante empolgado com as primeiras aulas que tive. No futuro, escreverei aqui sobre alguma coisa que apendi.

Uma coisa interessante nesse curso é que o perfil dos alunos não é o de desenvolvedor de software – sou um dos poucos da turma. No dia-a-dia, meus colegas fazem testes de intrusão, a blindagem de servidores windows, a administração as redes de suas empresas, se importam bastante com hardware, permissões de usuário, etc. Percebi que eles carregam alguns preconceitos com relação ao trabalho do desenvolvedor de software; algo similar ao que sentimos com relação a DBAs. Mesmo assim, eles se interessaram pelo que eu faço e eu pelo que eles fazem. É legal termos essa chance de quebrar algumas barreiras.

Embora seja uma especialização, também é um MBA. Sendo assim, o curso, teoricamente, proporciona ao aluno uma visão gerencial de tudo que diz respeito a segurança da informação.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. 01/01/2016 às 9:17 AM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: